Energias alternativas: por que elas são as fontes do futuro?

Energias alternativas: por que elas são as fontes do futuro?
4 minutos de leitura

As energias alternativas ou renováveis são fontes de geração energética sustentáveis e de baixo impacto ambiental. Veja as principais opções!

Você sabe por que as energias alternativas são as fontes do futuro? Desde a Revolução Industrial, o uso de combustíveis fósseis aumentou no mundo inteiro e, como consequência, os índices de gás carbônico na atmosfera também. Esse uso provoca graves problemas, como o efeito estufa e o aquecimento global. A longo prazo, todo o mundo pode ter problema com enchentes e inundações, aumento de temperatura e escassez de comida. 

Com isso, houve a necessidade de investir em fontes energéticas que suprissem as demandas energéticas, mas que em contrapartida não fossem tão agressivas e prejudiciais ao meio ambiente. Dessa forma, os países começaram a voltar as suas atenções às energias alternativas.  Conheça melhor sobre esse tema!

O que são as energias alternativas? 

As energias alternativas ou fontes renováveis são qualquer fonte de energia que possa ser substituída por uso de combustíveis fósseis. Assim, são opções que não geram resíduos, como as emissões de dióxido de carbono. Essas fontes são inesgotáveis, diferentemente do  petróleo, e impactam muito menos o meio ambiente e diversificam a matriz energética, favorecendo a autonomia do país. 

As energias alternativas são representadas por fontes de quantidade indeterminada, como o fluxo das marés, os ventos e a energia do sol. No Brasil, quase metade da matriz energética utilizada é de fontes renováveis, como as hidrelétricas, eólica, energia solar e biomassa. 

Quais as principais energias alternativas? 

Existem várias tecnologias que permitem a geração limpa de energia com a captação de energias alternativas. Confira as principais. 

Energia Solar

A energia solar é a transformação da radiação do sol em corrente elétrica por meio de células fotovoltaicas. Essas células compõem módulos ou placas que ficam expostas ao sol e fazem essa captação da luz. Essa tecnologia pode ser utilizada tanto em grandes projetos de usinas solares quanto para lares e comércios com sistemas fotovoltaicos conectados à rede que integram a geração distribuída. 

Heliotérmica 

A energia solar heliotérmica ou Concentrating Solar Power (CSP) é uma tecnologia de geração energética de maneira indireta. Esses projetos utilizam grande quantidade de espelhos coletores que refletem, de forma concentrada, a luz do sol a um ponto específico. Assim, gera-se calor expandindo ou vaporizando produtos e de maneira mecânica cria-se energia elétrica. 

Energia eólica

A energia eólica é a geração elétrica por meio da força dos ventos. As torres possuem duas ou três pás que são fixadas no topo e giram conforme a intensidade dos ventos, gerando energia por meio da força motriz. O potencial energético dessa matriz no Brasil é mais intenso nas áreas do Norte e Nordeste e nos períodos de junho a dezembro, que são meses de menor intensidade de chuva. 

Biomassa

A biomassa é a geração de energia por meio de queima de materiais orgânicos, como o bagaço da cana, madeira, óleos vegetais e palha de arroz. Embora essa queima ainda gere alguns gases poluentes, essa fonte ainda é considerada limpa, pois a quantidade de CO2 liberado é absorvida no cultivo desses materiais, zerando os impactos ambientais. 

Qual o futuro das energias alternativas?

As energias alternativas são as fontes do futuro, pois também são renováveis. As energias solar e eólica, por exemplo, não são finitas, como o petróleo. Isso significa que investir nelas é uma forma de garantir que gerações futuras tenham acesso à energia e que o planeta terra esteja mais limpo e sustentável.

Felizmente, o Brasil já está bastante avançado nesse tipo de investimento. As fontes renováveis de energia, que incluem hidráulica, eólica, solar e bioenergia, chegaram a 46,1% de participação na Matriz da Demanda Total de 2019 com um aumento de 0,6 % em relação ao ano anterior.

Como podemos perceber as energias alternativas possuem muitas vantagens. Contudo, muitas dessas fontes não estão disponíveis em todo mundo com a mesma abundância. Além disso, há a intermitência de oferta, como a luz do sol e a força dos ventos. Outro ponto é que a as tecnologias investidas na energia limpa ainda são menos eficazes do que as de combustíveis fósseis, por exemplo. 

Se você gostou do nosso texto e quer entender melhor sobre energias alternativas, leia o nosso texto sobre a energia do lixo!

Comente

Não há comentários sobre este post. Seja o primeiro.

Deixe um comentário