Energia eólica no Brasil: qual a sua importância?

Energia eólica no Brasil: qual a sua importância?
3 minutos de leitura

Projetos de energia eólica no Brasil devem receber investimentos bilionários nos próximos anos. Entenda a importância dessa fonte para o país!

A energia eólica é uma fonte energética limpa e renovável que vem ganhando destaque no Brasil. A geração por meio da energia eólica se dá com o uso de recursos naturais, em que o vento gira uma enorme hélice conectada a um gerador, criando energia mecânica e transformando-a em eletricidade.

No século XII, surgiram os primeiros moinhos hidráulicos e de vento, utilizando tanto o movimento da água quanto do vento para produzir energia. Assim, esse tipo de geração de energia sempre foi utilizado pelo homem, mas com o passar do tempo a produção ganhou tecnologia e inovação, possibilitando inclusive a geração de energia eólica em alto mar. Entenda melhor sobre o assunto.

Qual o cenário da energia eólica no Brasil?

No Brasil, a energia eólica já é a segunda maior fonte da matriz energética. Segundo a Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), a capacidade instalada no Brasil chegou a 16GW em 2020.

Os ventos do Nordeste são conhecidos por sua qualidade e constância. A região responde por 86% da produção de energia eólica no país e tem mais de 7 mil aero geradores em 601 parques eólicos. Mas, em 2020, uma boa safra de ventos no Sul do país fez com que a geração eólica na região crescesse 14% no trimestre.

Os investimentos para o setor no Brasil não param de crescer, confirmando que o modelo energético é uma tendência no país. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) arrecadou US$ 100 milhões do Banco Japonês para Cooperação Internacional (JBIC) para desenvolver projetos de energia eólica. Os recursos captados para esse e outros projetos permitirão desenvolver 12 parques eólicos na Bahia e Pernambuco, com capacidade instalada de 331,85 MW, com investimentos que superam 2 bilhões de reais.

Qual a importância do investimento em energia eólica?

As vantagens da energia eólica vão muito além da redução da dependência por energia proveniente de combustíveis fósseis. Essa fonte traz benefícios tanto para a sociedade quanto para o ecossistema.

As terras onde as usinas eólicas são instaladas propiciam o arrendamento de terrenos de pequenos donos de terra, levando desenvolvimento econômico para essas regiões e gerando empregos. Além disso, os terrenos das usinas também podem ser utilizados para agricultura e criação de gado, promovendo desenvolvimento em dois campos.

No caso do ecossistema, os investimentos em energia eólica ajudam o meio ambiente, pois a produção energética não gera resíduos e nem libera gases nocivos à atmosfera. Nesse sentido, há também vantagens aos governos que investem e incentivam a adesão à energia eólica.

Primeiramente, ao utilizar energia limpa é possível diminuir a emissão de CO2, cumprindo os acordos internacionais. Outro ponto é que o país que investe em fontes limpas e renováveis amplia sua capacidade energética, trazendo mais segurança e credibilidade para o setor. Por vezes, também conseguem reduzir os custos de geração de energia, no caso de países que precisam importar energia para suprir a demanda interna.

Portanto, a energia eólica no Brasil só tende a crescer e atrair mais investidores. Embora seja uma energia com um custo de desenvolvimento e implantação alto, a manutenção é simplificada, tornando-se um ótimo investimento financeiro, com alta rentabilidade.

Gostou desse conteúdo? Ainda tem alguma dúvida sobre energia eólica? Deixe o seu comentário no post!

Comente

Não há comentários sobre este post. Seja o primeiro.

Deixe um comentário