Consumo de energia elétrica: como reduzir?

Consumo de energia elétrica: como reduzir?
3 minutos de leitura

Empresas e grandes indústrias possuem altos gastos com o consumo de energia elétrica. Entenda como calcular e veja como reduzir!

Como reduzir o consumo de energia elétrica? Segundo uma pesquisa realizada pelo Sebrae, os custos como energia elétrica dentro de uma empresa pode ser de até 20%. O valor é alto e mostra como é importante encontrar alternativas que diminuam o consumo e, consequentemente, os gastos.

A redução dos custos é fundamental para melhorar a precificação dos produtos e serviços e tornar o negócio mais lucrativo, aumentando a competitividade. Dessa forma, o consumo de energia elétrica é um dos itens que podem fazer a diferença, principalmente em grandes indústrias e empresas.

Como é feito o cálculo de energia elétrica?

A tarifa de energia é composta por cinco fatores: geração, distribuição, transmissão, perdas e encargos. O Instituto Acende Brasil comparou os dados elaborados pela Global Petrol Prices e verificou que, em um ranking com 110 países, a energia no Brasil é 37ª mais cara do mundo com um custo de US$ 0,18 por Kwh.

Os subsídios do setor elétrico também contribuem para a composição do valor da conta de energia. No valor da conta de luz, cobra-se uma parcela referente ao consumo e outra aos tributos. A conta é a seguinte:

Valor total = (Consumo [KWh] x tarifa de consumo [R$/KWh]) x 1/1-Tributo (PIS/Cofins e ICMS)

Exemplificando: Se uma empresa tem o consumo de 4.000KWh, com um tributo de 18% e tarifa no valor de R$ 0,60/KWh o valor da conta será em média R$ 6.000. Assim, o primeiro passo para reduzir o consumo de energia é entender como ela é calculada. Agora que essa parte já está clara é necessário entender as possibilidades para a redução.

Como reduzir o consumo de energia elétrica?

Com mudanças de hábitos e adequações, é possível diminuir os custos com o consumo de energia elétrica. Veja algumas dicas.

1. Conscientize os colaboradores

O primeiro passo, e um dos mais simples, é a conscientização dos colaboradores. Eduque os funcionários para que a economia faça parte dos seus hábitos. Primeiramente, é importante fazer uma reunião explicando as mudanças necessárias e falar das metas de redução. Além disso, incentivos como premiações para setores que mais economizam pode ser uma forma de estimular a economia. Com um engajamento de todos, é possível realizar grandes mudanças.

2. Utilize equipamentos com selo A

É fundamental orientar o setor de compras para adquirir apenas equipamentos de alto desempenho e selo Procel A do Inmetro. Em grandes empresas e indústrias, os equipamentos são os grandes responsáveis pela maior parte dos gastos de energia, por isso, investir em bons equipamentos é sinônimo de economia a longo prazo. Além disso, a manutenção preventiva e a troca de peças também ajudam na redução do consumo.

3. Invista em energia renovável

Por fim, uma das alternativas que tem ganhado adesão nos últimos anos é o investimento em sistemas de energia solar. Essa opção, além de trazer vantagens financeiras, também estimula o uso de alternativas sustentáveis.

Com a geração distribuída, as empresas podem gerar energia em uma fazenda solar, própria ou terceirizada, e abater os créditos em outras unidades, para a redução da conta. Embora o investimento inicial seja alto, a economia gerada a longo prazo, paga os custos investidos.

Portanto, o consumo de energia elétrica nas empresas não precisa ser fonte de problemas. Com organização e planejamento, é possível promover reduções e optar por novas alternativas, como a energia solar. Gostou do conteúdo? Se ainda tiver alguma dúvida sobre o tema, deixe seu comentário no post!

Comente

Não há comentários sobre este post. Seja o primeiro.

Deixe um comentário