Quais são as principais diferenças entre o Mercado Livre e Mercado Cativo?

principais diferenças entre o Mercado Livre e Mercado Cativo
3 minutos de leitura

Embora a grande maioria das pessoas não faça a mínima ideia, hoje existem dois tipos de mercados dentro do setor energético, sendo eles o Mercado Livre e o Mercado Cativo.

Cada um destes mercados possui suas próprias singularidades, que o fazem mais ou menos interessantes para cada tipo de investidor.

Em virtude desse desconhecimento dos setores e também da grande oportunidade que eles representam, decidimos criar este conteúdo lhe explicando as principais diferenças entre eles. Confira:

O que é o Mercado Livre de Energia?

Segundo a ABRACEEL, o mercado livre de energia é o local onde todos os consumidores podem ter a possibilidade de escolher de forma livre e direta quem será o seu fornecedor de energia, podendo assim realizar uma portabilidade da sua conta de luz.

Nesse cenário, existe uma possibilidade clara de negociação sob todas as condições inerentes ao processo de contratação de energia.

Por exemplo, são definidos preços, condições de pagamento, prazos, garantias e outros.

Dessa forma, garante-se a confiabilidade do mercado e torna-se possível que haja a contratação dos serviços de forma prática e eficiente.

O que é o Mercado Cativo de Energia?

Já o Mercado Cativo é aquele que mais comumente é utilizado pela maioria dos consumidores. Isto é, você fará a contratação da energia por intermédio da distribuidora mais próxima e pagará suas tarifas diretamente a elas.

Aliás, não é exagero algum dizer que mais de 90% das pessoas não fazem a mínima ideia de que existe um mercado diferente do Mercado Cativo.

Seja como for, sua grande vantagem é a praticidade e compulsoriedade, visto que não existe a necessidade de pesquisar oportunidades, negociar termos, etc, fazendo assim com que tudo fique mais fácil.
Quais são as principais diferenças entre ambos?

De modo geral, podemos dizer que as principais diferenças entre esses dois mercados se dão principalmente em termos de facilidade e custos.

Veja bem, para ter acesso ao mercado de energia cativa não é preciso fazer absolutamente nada além de solicitar a distribuição de energia a empresa da sua região. É simples, fácil e prático.

Em contrapartida, ao entrar no Mercado de Energia Livre você terá de conseguir um bom contrato e efetuar pagamentos, portabilidade, entre outras coisas que podem ter um custo elevado em um primeiro momento.

Todavia, no futuro este mesmo contrato pode acabar sendo recompensador, devido principalmente a um preço mais baixo que você vai conseguir pagar por ele.

Conclusão

Mesmo que haja algumas diferenças entre cada tipo de mercado, é difícil afirmar qual deles você deve escolher.

Afinal de contas, cada situação específica demanda uma análise diferenciada e única. Justamente por esse motivo, antes de tomar qualquer decisão com relação a isso, nos procure e nos informe.

Podemos te ajudar a fazer a melhor decisão em relação a escolha desses mercados. Não perca tempo, entre em contato conosco! Dessa maneira você conseguirá os melhores resultados possíveis com o Mercado Livre e o Mercado Cativo!

Comente

Não há comentários sobre este post. Seja o primeiro.

Deixe um comentário