Quais as principais matrizes energéticas do Brasil?

Quais as principais matrizes energéticas do Brasil?
4 minutos de leitura

As matrizes energéticas brasileiras correspondem à representação dos recursos energéticos disponíveis usados para suprimento da demanda energética.

Você sabe quais são as principais matrizes energéticas do país? Quase metade da energia consumida no Brasil, cerca de 47%, é proveniente de fontes renováveis, ou seja, de recursos capazes de se refazer a curto prazo. O número é bastante promissor se comparado à matriz energética mundial que tem como predominância o uso de combustíveis fósseis. 

Essa característica da matriz energética brasileira é muito importante, pois as fontes não-renováveis de energia são as maiores responsáveis pela emissão de gases do efeito estufa. Contudo, embora o país esteja no caminho certo, ainda há grandes desafios para diminuir o uso de fontes poluidoras. 

Para entender melhor sobre o assunto, leia este conteúdo até o final.

O que é matriz energética?

A partir de 1940, o consumo energético em todo mundo cresceu em um ritmo acelerado. O aumento populacional, a industrialização e o aumento do uso de eletrodomésticos e veículos criou uma demanda energética muito grande e cada país teve que se adaptar conforme as fontes disponíveis. Infelizmente, por causa de custos e disponibilidade, os combustíveis não-renováveis são as fontes mais utilizadas até hoje. 

A matriz energética representa um conjunto de fontes de energia disponíveis no país para suprir as demandas energéticas. É por meio dela que será possível captar e distribuir energia para os setores comerciais, industriais e residenciais. Assim, a matriz energética representa a quantidade de energia disponível, bem como a origem dessa energia, se ela é de uma fonte renovável ou não. 

Quais as principais matrizes energéticas do Brasil?

O Brasil deve investir em matrizes energéticas renováveis, pois ao produzir a energia em solo brasileiro, não ficamos dependentes de importações e nem suscetíveis a crises mundiais. Além disso, esse investimento em fontes limpas contribui com o meio ambiente e polui menos. Confira as principais matrizes!

Energia hidráulica 

75% da energia elétrica produzida no Brasil provém de usinas hidrelétricas, representando 42% da matriz energética brasileira. No país, existem mais de 200 grandes hidrelétricas, além das pequenas e micros centrais. Portanto, essa é a matriz energética mais utilizada no país. 

Combustíveis fósseis 

Mesmo que quase metade da matriz energética brasileira seja renovável, a outra metade é representada pelo uso de combustíveis fósseis. O país ainda é bastante dependente deles, que tem o principal uso para geração de gasolina e óleo diesel. Cerca de 40% da matriz energética brasileira é constituída por combustíveis fósseis, como o petróleo e o carvão mineral.

Biomassa 

Essa fonte energética representa cerca de 8% da matriz energética do Brasil. A biomassa é toda matéria orgânica de origem vegetal ou animal utilizada na produção de energia. O etanol é um biocombustível produzido por meio da biomassa e, no último ano, o país produziu mais de 30 bilhões de litros desse combustível. Essa opção é uma alternativa para o uso da gasolina, diminuindo a emissão de toneladas de gás carbônico na atmosfera. 

Energia eólica

O Brasil é um dos países com maior capacidade de produção de energia eólica na América Latina. O nordeste brasileiro, principalmente, é uma região com potencial de produção de energia por meio dos ventos. Essa fonte representa cerca de 8,5 % da matriz brasileira.

Energia solar 

A energia solar ainda não tem grande representatividade na matriz energética brasileira, com apenas 2%. Mas é uma das fontes renováveis disponíveis mais promissoras no Brasil. Além das características do país que favorecem essa fonte energética, nos últimos anos, o governo tem criado medidas que aumentam o uso e adesão desse tipo de fonte energética.  

Portanto, podemos dizer que o Brasil já está bem avançado na criação de uma matriz energética cada vez mais renovável. Como o país possui extensão continental, é possível que cada região invista na melhor fonte energética para aquele local. 

Se nos próximos anos o investimento em fontes renováveis aumentar, no futuro, o Brasil pode se tornar um país com matrizes energéticas predominantemente limpas e renováveis. Gostou do nosso texto? Tem alguma dúvida sobre esse tema? Entre em contato com nossa equipe.

Leia o artigo do CEO e fundador do grupo GNPW, Marcos Antonio Grecco: “Investindo em energia solar no Brasil”.

Comente

Não há comentários sobre este post. Seja o primeiro.

Deixe um comentário